Musica Italiana

Ue! Paesano

( Canta: Nicola Paone )
( Autor: Nicola Paone - 1950 )

Agradeço muito a amiga Cira Maria Barreto Sampaio de Belo Horizonte por ter-me gentilmente enviado esta musica

Original em italiano Tradução

Ue! Paesano.
Ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue! Paesano come stà?
Ue! Paesano come stà?

L’Italia è piccolina,
c’è gente in quantità
e questa è la rovina
che non si può campar.

Ogn'uno vuole andare
all'estero, si sa,
per guadagnare del pane
per babbo e per mammà.

E lascia la famiglia,
di casa se ne và.
Guadagna il pane si
ma perde la felicità

Ue! Paesano.
Ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.

Lei sa che quel che dico è verità.
Passa per le vie del mondo,
vede un tipo che è italiano,
vada a stringergli la mano
chissà in cuor che cosa ci ha...

...e dica

Ue! Paesano.
Ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue! Paesano come stà?
Ue! Paesano come stà?

Inchiostro carta e penna.
Carissima mammà
io qui sto molto bene,
non ti preocupar.

E tu dimmi come stai
e come sta papà.
Ti prego di rispondere
e non mi far aspettar.

E aspetta aspetta
un giorno una lettera ci stà,
e una sorella dice
che non c’è piu mammà...

...E dica

Ue! Paesano.
Ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue! Paesano come stà?
Ue! Paesano come stà?

Ma lei è forse piemontese,
lombardo, genovese.
È veneto, giuliano, tridentino, emiliano,
delle marche oppur toscano,
forse umbro mio paesano,
dall'abruzzo, dalla materna,
quella nostra Roma eterna.

È di Napoli, pugliese,
forse sardo o calabrese,
lucano, siciliano.
Cosa importa, è italiano!
E se è italiano basta già!

Perché l'Italia è tutta bella
e anche questo è verità,
senza alcuna distinzione.
Dia la mano e venga qua...

...e dica

Ue! Paesano.
Ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue ue ue! Paesano.
Ue! Paesano come stà?
Ue! Paesano come stà?


Ue! Paisano.
Ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue! Paisano como está?
Ue! Paisano como está?

A Itália é pequenina,
tem gente em quantidade
e esta é a ruína
pois não se pode viver.

Cada um quer viajar
para o exterior, se sabe,
para ganhar o pão
para papai e mamãe.

E deixa a família,
vai embora de casa.
Ganha o pão sim
mas perde a felicidade

Ue! Paisano.
Ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.

Você sabe que o que digo é verdade.
Passa pelas estradas do mundo,
vê um tipo que é italiano,
vai a apertar sua mão...
quem sabe no coração o que tem

...e diga

Ue! Paisano.
Ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue! Paisano como está?
Ue! Paisano como está?

Tinta papel e caneta.
Caríssima mamãe
eu aqui estou muito bem,
não se preocupe.

E você diga como está
e como está papai.
Lhe peço de responder
e não me deixe esperar.

E espera espera
um dia uma carta chega,
e uma irmã diz
que mamãe não está mais...

...E diga

Ue! Paisano.
Ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue! Paisano como está?
Ue! Paisano como está?

Mas você talvez é piemontês,
lombardo, genovês.
É veneto, giuliano, tridentino, emiliano,
das marche ou toscano,
talvez umbro meu paisano,
do abruzzo, da materna,
aquela nossa Roma eterna.

É de Nápoles, pugliese,
talvez sardo ou calabrês,
lucano, siciliano.
O que importa, é italiano!
E se é italiano basta já!

Porque a Itália é toda bela
e também isso é verdade,
sem alguma distinção.
Dê a mão e venha aqui...

...e diga

Ue! Paisano.
Ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue ue ue! Paisano.
Ue! Paisano como está?
Ue! Paisano como está?